#Alvo News: Ex-integrantes do Charlie Brown Jr. chegam ao velório de Champignon

Luto!

A Banca era o nome da banda que ex-integrantes do Charlie Brown Jr. tocavam desde a morte de Chorão em abril deste ano. No último show, em agosto, os músicos prestaram homenagem ao vocalista.

 Nesta segunda-feira (9), data na qual outro integrante do CBJR morreu, o grupo voltou a se reunir. A despedida a Champignon contou com a presença dos amigos e colegas de tantos anos de palco.
 
O baterista Bruno Graveto e os guitarristas Marcão e Thiago Castanho foram se despedir de Champignon no Cemitério Memorial Necrópole Ecumênica, em Santos. O local é o mesmo onde Chorão está sepultado.
 
Champignon tinha 35 anos. O baixista foi encontrado morto nas primeiras horas do dia em seu apartamento. O corpo foi encontrado pela esposa. Vizinhos relatam que houve dois tiros e, em seguida, gritos desesperados dela. Polícia investiga a hipótese de suicídio.

 O enterro está marcado para às 15h desta terça-feira (10).

#Alvo News: Conheça mais a trajetória do Champignon, ex-integrante da banda Charlie Brown Jr

A carreira:

Champignon, nome artístico de Luiz Carlos Leão Duarte Junior, natural de Santos, litoral paulista, nasceu em 16 de junho de 1978 e era um baixista e vocalista, conhecido por ser o ex integrante da banda paulista Charlie Brown Jr, com a qual gravou sete discos. Saiu da banda em 2005, ano em que fundou a banda Revolucionários, com a qual gravou um CD.
Em 2008 lançou um supergrupo junto com integrantes famosos como Junior Lima, da dupla Sandy e Junior, e Peu Sousa, ex-guitarrista da Pitty; juntos lançaram um CD. Em 2011 Champignon voltou ao Charlie Brown Jr, substituindo o baixista Heitor Gomes.

Saiba mais da morte do Cantor..

O músico Champignon, ex-integrante da banda Charlie Brown Jr., deverá ser velado e enterrado nessa Terça-feira (10), pela manhã no Cemitério Memorial de Santos, no litoral paulista, mesmo local onde está os restos mortais de Chorão, seu amigo e vocalista da banda que morreu em Março após uma overdose de drogas.

Segundo as primeiras informações da polícia, o cantor se suicidou no seu escritório que fica em um dos cômodos de seu apartamento na zona sul de São Paulo por volta das 00h10 dessa segunda-feira.
A esposa do músico, Cláudia Campos, que está grávida de cinco meses contou que o rapaz se trancou no escritório e deu dois tiros.
Um deles segundo a delegada Milena Suegama, do 89º DP, foi dado por Champignon no chão para teste e o outro na nuca do lado esquerdo, diferente do divulgado anteriormente pela imprensa que seria na boca.

A esposa foi encontrada pela polícia em estado de choque e encaminhada para uma maternidade da região onde recebeu os primeiros socorros e foi acalmada.

Segundo amigos próximos e até vizinhos, o músico não conseguiu superar a morte do colega Chorão e estava se queixando nos últimos dias de saudades.

Reportagem, do jornalista Júnior Cardoso do TV Foco