Resumo de “José do Egito” 03/04/2013

Sati critica a atenção que seu marido dedica ao Faraó. Ela flerta com um dos convidados. Muito bem arrumada para o cortejo, Azenate vê José. O rapaz está muito cansado e suas mãos sangram. Pentephres surge e atrapalha o clima. O Faraó e sua esposa passam pelo povo, que se curva conforme o avanço do casal. José é o único que permanece de pé. Hapu percebe e exige que o rapaz se curve. José afirma que só se curva diante de Deus. Hapu aperta o chicote no pescoço de José e ameaça estrangulá-lo se não se curvar.

Quase sem fôlego, José afirma que jamais se ajoelhará perante homem nenhum. A comitiva passa e Hapu castiga o hebreu ali mesmo. As festividades continuam dentro de um belo templo egípcio.

Azenate consegue se afastar do grupo e procura por José. Ela fica horrorizada ao ver o rapaz sendo surrado e interrompe, jogando um vaso na cabeça de Hapu. Ela se aproxima de José, que desfaleceu, e tenta acordá-lo.

Como tradição das festividades, o Faraó começa uma corrida com um touro. José acorda um pouco tonto, mas fica feliz ao ver o rosto de Azenate. Com a ajuda da jovem ele se levanta cambaleante. O casal se afasta. Pentephres estranha a ausência de sua filha. Hapu desperta e procura por José. Azenate ouve o som do cortejo se aproximar e fica tensa.

Sati continua cortejando um dos nobres convidados. Antes de se separarem, José e Azenate combinam um encontro à noite. Ruben entra na tenda de Bila e tenta convencê-la de que precisam viver o amor que sentem um pelo outro. Quando estão muito próximos, Jacó e Lia chegam. O casal se afasta rapidamente. O clima fica pesado. Ruben se faz de desentendido e sai da tenda. Bila e Jacó ficam desconfortáveis. Lia diz a Elisa que a relação de Ruben e Bila não pode acontecer. Lia se descontrola quando a esposa de Judá afirma que os dois provavelmente se amam verdadeiramente.

Diná se aproxima da mãe e faz queixas sobre Simeon. Lia tem uma ideia. Ela conversa com Jacó e o convence de que Ruben deve se casar com Naamá. Depois de conversar com Diná, a siquemita começa a gostar da ideia de casar com Ruben. Jacó conversa com o primogênito, que se mostra resistente com a ideia de se casar com Naamá. Jacó revela que sabe de tudo que acontece no acampamento. Ele afirma que o casamento é a chance de manterem a relação entre pai e filho.

Pentephres repreende Azenate, que se ausentou durante as festividades. Irritada, ela revela que não quer ser uma sacerdotisa. Pentephres chora copiosamente e finge que passa mal. Azenate acredita que o pai está morrendo e decide mudar de ideia. Enganada pelo pai, ela jura que será uma sacerdotisa.

Mitri ampara José, que chega muito ferido à casa de Potifar. Sati assume para Tany que sente desejos por outros homens. Ela mente que, apesar disso, tem se mantido fiel. Potifar e o Faraó atrapalham a conversa quando se aproximam. Depois de ser tratado por Mitri, José fica encantado ao ver os papiros do escriba. Ele revela que sabe ler, escrever e contar. Mitri se impressiona e mostra seus textos. Mesmo com um pouco de dificuldade, José consegue ler. Impressionado, Mitri decide dar aulas a José, em segredo.

Potifar discute com Hapu, que permitiu a fuga de José. Nesse momento, o hebreu surge. Hapu revela que chicoteava José porque ele se recusou a adorar o Faraó. Graças à demonstração de lealdade de José, que voltou para a casa de seu senhor, Potifar permite que o hebreu adore o deus que desejar.

Azenate pede a Tany que empreste sua gata para que possa sair à noite. Jacó reúne toda a família para comunicar que Ruben se casará com Naamá em breve. Bila disfarça o sofrimento. O primogênito fica descontente.

Durante a noite, José consegue a ajuda de Mitri para sair da casa de Potifar. A gata Meribast escapa das mãos de Azenate. Ela se desespera, temendo um perigo iminente. Limpo e vestido como egípcio, José se aproxima de Azenate, que fica encantada.

Resumo “José do Egito” 13/03

Quarta-feira, 13/03/2013 – capitulo 07

José tenta fugir das mãos de Jetur

Levado por Jetur, José fica fascinado com o movimento na cidade. O mercador percebe o encantamento do novo escravo e avisa que estão em Avaris, capital do Egito. Azenate faz uma oração para o deus Seth. Pentephres se aproxima e afirma que a sacerdotisa irá aceitá-la como aprendiz. A moça não está muito certa de sua decisão. Jetur exibe seus escravos no mercado. Diná confessa ao pai que não acredita mais na bondade de Deus. Jacó sente o baque e consola a filha. Pentephres tenta influenciar o Faraó negativamente. Tany segue o caminho contrário e consegue convencer o Faraó com sua bondade. Pentephres se irrita, mas disfarça. Sati trai o marido com Hapu. Pentephres começa a tramar e se aproxima de Meketre, um homem que se encarrega dos preparativos para uma grande festividade. O sacerdote oferece um grande sarcófago, um privilégio dos nobres, em troca de um pequeno favor. Pentephres pede que um líquido seja colocado na bebida do Faraó. Pentephres pressiona Meketre e mente que o líquido que deseja colocar no vinho é algo que ajudará o Faraó a dormir. José aproveita que Jetur negocia com um homem e foge.

alvo-nas-novelas-novo2-11

Hoje ás 21h45 na :record:

Resumo de “José do Egito” 06/03

Quarta-feira, 06/03/2013 – capitulo 06

José é vendido como escravo

Ruben faz menção de pegar uma corda para resgatar o irmão, que grita por socorro. Simeon não permite e o convence a desistir. Apavorado, José se levanta com dificuldade. Ele tenta escalar as paredes, mas é impossível alcançar a saída. José continua apavorado. Ele encontra um galho, o quebra no meio e encrava na parede. Ele escala aos poucos, como um alpinista. De repente, ele finca o galho em uma parte úmida e acaba caindo.

Aflito, José grita por socorro. Ruben tenta pegar a corda novamente, mas Simeon não colabora. Ruben se afasta em busca de algo para conseguir resgatar José. Ele pede que Judá fique de guarda para não permitir que ninguém toque em José. Ainda dentro do buraco, o favorito de Jacó grita muito, mas não tem resposta. Ele se segura para não chorar e se senta no chão. Simeon pega a túnica de José e veste. Judá explode e decide resgatar o irmão. Levi e os outros se colocam na frente para não permitir.

Eles percebem que Ruben sumiu. Jetur se aproxima com seus escravos. Simeon se prepara para uma luta, afinal, o homem saqueou o acampamento. Judá sugere que José seja vendido como escravo para que ninguém se suje com o sangue do rapaz. Ao avistar os filhos de Jacó, Jetur pede que todos se preparem para uma batalha. Ele se aproxima dos jovens, mas Simeon faz questão de se mostrar pacífico. Maldoso, o hebreu sugere que façam negócios. Uma corda é jogada no buraco e José começa a subir.

Quando alcança a saída, o preferido de Jacó é empurrado por Simeon, na direção de Jetur. José não entende muito bem. De repente, Simeon e Levi o amarram e recebem os siclos de prata. José se desespera e começa a falar, quando Levi decide amordaçá-lo. Judá se arrepende de sua ideia. José leva uma chicotada e acaba sendo obrigado a se juntar aos outros escravos. Jetur parte, sob o olhar arrependido de Judá. Ruben consegue improvisar uma corda e retorna para tentar resgatar José. Quando chega, não encontra ninguém e acredita que os irmãos mataram o favorito de Jacó.

Ele se ajoelha e chora, arrependido. Simeon mata um animal e mancha a túnica de José com sangue. Ruben observa os irmãos chegando e pergunta por José. Ele se revolta ao saber que seu irmão foi vendido e decide tentar resgatá-lo. Judá o apoia, mas todos os outros se colocam à frente e não permitem que a dupla saia. Simeon revela que contará ao pai que José foi morto por uma besta selvagem. Jacó chora copiosamente pela suposta morte do filho. As mulheres se aproximam, atraídas pelos gritos, e algumas desconfiam dos irmãos do rapaz. José é humilhado por Jetur.

alvo-nas-novelas-novo2-11

Hoje ás 21h45 na Record